top of page
vecteezy_green-low-poly-background-polygonal-design-pattern-bright_7455616.jpg

PROJETO

EXA03

O pensamento algébrico de estudantes surdos em tempos de pan-escola

Ciências Exatas e da Terra

Natália Aparecida Valentim Santos

9.png

Everaldo Gomes Leandro

Everaldo Gomes Leandro

IFSP - Câmpus Registro

IFSP - Câmpus Registro

Acesse o banner aqui

RESUMO

A presente pesquisa objetivou investigar o pensamento algébrico de estudantes surdos no contexto em que uma pan-escola surge e está em um processo, ainda incerto, de mudança. A investigação foi realizada com três estudantes surdos que cursavam o 1o ano de um curso técnico integrado ao Ensino Médio. A pesquisa se caracterizou como qualitativa do tipo estudo de caso. Para os encontros com os participantes da pesquisa foram desenvolvidas propostas com base em um jogo digital e em tarefas investigativas. Os resultados encontrados mostraram desafios e possibilidades ao buscar desenvolver e compreender o pensamento algébrico de surdos em uma proposta de ensino remoto. Entre os desafios apresentados estão (i) o trabalho coletivo remoto entre professores e intérprete; (ii) a constituição de um espaço em que o diálogo e a escuta ocorressem; (iii) a compreensão das expressões do pensamento algébrico por meio da LIBRAS e; (iv) o desenvolvimento de tarefas que possam ser utilizadas na perspectiva da Educação Matemática Inclusiva em um momento pós-pandêmico. Concluiu-se que há a possibilidade de desenvolvimento do pensamento algébrico de surdos no contexto de uma pan-escola, mas que a criação de materiais e tarefas por si só não basta, sendo que o trabalho coletivo, o diálogo e os momentos síncronos foram a base para que isso ocorresse.

Palavras-chave: Educação Matemática; Pensamento Algébrico de Surdos; Pandemia; Ensino Remoto; Pan-escola.

foto da equipe quadrada - RAFAELA FURLANETTO LIBERALI.jpeg
bottom of page