PROJETO 

Tecnologias digitais na educação e o uso de multimídias no debate sobre inclusão

HUM05

a-linha-perfeita.png

Ciências Humanas

Autoria:

Carolina Buck Caldeira

VEJA O PÔSTER

Orientação:

Carla Ariela Rios Vilaronga

Instituição: 

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - São Carlos/SP.

CATEGORIAS

a-linha-perfeita.png

RESUMO

A pessoa com deficiência tem vivenciado em muitos espaços um contexto de falta de acessibilidade em diferentes dimensões. Entende-se, que discutir a temática com adolescentes é de extrema importância, principalmente quando se visa, em seu contexto formativo, sua futura atuação no mundo do trabalho e as possibilidades de mudança de contexto. Sabe-se que os recursos midiáticos e os influenciadores digitais podem ser fortes aliados na construção de aulas atrativas para adolescentes, pensando que esse conteúdo é consumido por eles no cotidiano e que seria interessante trazer para o diálogo, em um processo de ensino. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo analisar o uso de tecnologias de multimídia relacionadas com o tema inclusão no ensino médio integrado. Especificamente, para esse trabalho, iniciar o processo e Mapear influenciadores digitais com deficiência que tragam a discussão sobre a acessibilidade. Nesses meses de projeto, foi realizada a busca na Plataforma Youtube, com o intuito de levantar influenciadores digitais com Deficiência que discutiam ou abordavam temas relacionadas a acessibilidade. O canal midiático escolhido foi o youtube, por ser um recurso de livre acesso, sem necessidade de cadastro para uso, o que isenta uma liberação ética para pesquisa. Após essa tabulação inicial que está em fase de finalização, serão relacionados 10 canais com mais inscritos, pensando na sua amplitude em relação a população. Os canais precisam abordam os temas dimensões de acessibilidade propostas por Sassaki (2009) e LBI (2015). Serão selecionados vídeos postados nos últimos 2 anos, com o máximo de 50 vídeos analisados. O trabalho encontra-se em andamento, tendo como resultados iniciais que na maioria das vezes, as pessoas com deficiência não são valorizados, assim como não existe garantia de acessibilidade nos diferentes contextos. Os vídeos relatam essas experiencias, ressaltando principalmente o preconceito atitudinal e a falta de acessibilidade virtual e física.

Palavras-chave: Pessoa com deficiência; Mídia; plano de aula; influenciador digital.

foto_carol_carla - Carla Rios Vilaronga.png