PROJETO 

Necropolítica e coronavírus: o agravamento das desigualdades sociais e regionais no Brasil

HUM02

a-linha-perfeita.png

Ciências Humanas

Autoria:

Mirella Bertholdo dos Santos

VEJA O PÔSTER

Orientação:

Dayana Aparecida Marques de Oliveira Cruz

Instituição: 

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo. Registro/SP

CATEGORIAS

a-linha-perfeita.png

RESUMO

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) busca entender se em determinado assunto houve falhas nas medidas do governo federal e se sim, quem são os responsáveis. A CPI da pandemia, busca indicar com base nas investigações a responsabilidade pela má gestão e pelos efeitos da COVID-19 na economia e nas questões sociais. Com as descobertas da CPI, nos deparamos com as perguntas: o Brasil sempre foi desigual e a pandemia agravou ainda mais isso, mas será que ela afeta todos da mesma forma? Sabendo disso, o governo tomou alguma iniciativa para ajudar a minoria ou incentivou a ciência a desenvolver uma vacina ou a população a tomarem? Essa pesquisa busca identificar os diferentes impactos sociais e regionais causados pela pandemia e saber se as ações do governo federal foram eficazes. Tendo em vista os questionamentos e os objetivos indicados anteriormente, partimos da hipótese de que há falhas na atuação do governo federal ao enfrentar a pandemia. A consequência dessa atuação agravou as desigualdades sociais e regionais no país. Mesmo com um número significativo de mortes, no Brasil existem defensores do uso de medicamentos sem eficácia comprovada. O governo politizou a pandemia e há indícios de que o Ministério da Saúde teria recebido propina. Na própria CPI da pandemia existe um embate entre a base governista e a oposição. A contraposição de interesses aparece desde os aspectos simbólicos (com a indicação diária do número de mortes e “salvos” junto à identificação dos senadores) até às divergências em relação às medidas de enfrentamento à pandemia. Buscando ampliar o debate sobre o tema, utilizamos como referências Harvey (2020), Santos (2003) e Couto (2020) que refletem sobre o papel crise causada pela pandemia no mundo globalizado, cujos resultados impactam os mais pobres.

Palavras-chave: necropolítica, desigualdades, irregularidades, COVID-19.

pp - FECIVALE Feira de Ciências do Vale do Ribeira.jpg